Criatividade e inovação em tempos de pandemia « Rede de Ensino Conexão

Criatividade e inovação em tempos de pandemia

Reza a lenda que é na crise que o ser humano se descobre e percebe que pode crescer e evoluir. Isso está acontecendo em diferentes níveis, em todo o planeta. Na Educação, quando os colégios interromperam as atividades e todos – alunos, professores e funcionários – passaram a trabalhar remotamente, a mudança foi monumental. Quem andava afastado do mundo virtual precisou aprender, rapidamente, o bê-á-bá da tecnologia para montar suas aulas on-line e se “encontrar” diariamente com os estudantes e outros docentes.

FIQUE EM CASA são as palavras de ordem que já duram mais de quatro meses e tem sido na segurança do lar que os professores se desdobram para oferecer o melhor material dentro da sua disciplina. Todos se adequaram. Alguns adquiriram equipamentos mais modernos e a maioria buscou se atualizar para aprimorar suas atividades. Não faltam exemplos de como o Covid-19 mudou a vida de tantas pessoas.

Para o professor de História da Rede de Ensino Conexão, Diogo Tomáz, inovar no ensino on-line envolveu uma série de etapas e a principal foi o formato das aulas. No trabalho remoto, ele tem utilizado bastante a gamificação para prender a atenção e despertar a curiosidade dos alunos. “Na forma presencial, já não é fácil ter a atenção da classe, então on-line é ainda mais difícil, tendo em vista que eles estão em casa, onde outras coisas chamam mais a atenção, como as redes sociais e a internet”. Além da gamificação, ele também recorre a ferramentas como o GoogleForms e alguns sites, a exemplo do YouTube e daNetflix, buscando manter o interesse dos alunos durante as aulas.

A professora de Inglês e Literatura, Mariana Barata, acredita que dar aulas on-line foi um grande desafio. Adaptar-se a uma nova rotina de estudos e de aprendizagem gerou, inicialmente, uma apreensão coletiva: “Mas depois descobrimos juntos ferramentas tecnológicas importantes, como o jogo educacional Kahoot!, e a própria oferta de livros digitais”. Acrescentou que as plataformas da escola, principalmente o Plurall, também foram muito úteis e “agora podemos dizer que já temos uma rotina eficiente de estudos. As aulas acontecem de forma dinâmica e interativa, sempre com a participação dos alunos nesse processo. É com muita alegria que eu faço parte dessa Rede”.

Aulas diferenciadas são a marca registrada do professor de Geografia, Sanderson Romualdo, que gosta de “quebrar o protocolo tradicional”, tornando-as mais atrativas. Sua ideia é unir as novidades educacionais do período com os objetivos da aprendizagem, sem perder o foco na educação. Assim, desde o início optou por interagir com os estudantes em suas aulas inovadoras, mesmo quando usa os livros didáticos. Os cursos paralelos de especialização em Mídias em Educação e Multimeios Didáticos propiciaram as novas técnicas que ele, agora, está aplicando em suas aulas on-line, como os jogos em PowerPoint e quizzes no Kahoot!, entre outros.

Para Vinícius Gomes, professor de Matemática, a grande surpresa foi a receptividade e participação dos alunos. Segundo ele, a crise pegou todo mundo de surpresa, “do dia para a noite, e a solução imediata foi sair da zona de conforto e traçar o Plano B”. O primeiro passo foi se reinventar como profissional diante da nova realidade, buscando as ferramentas digitais necessárias e convocando os alunos a fazerem o mesmo, “para não deixarem a peteca cair”. Em suas aulas, ele lembra sempre que esse período “não são férias” e que o pessoal precisa estudar corretamente para não dificultar ainda mais o retorno presencial, quando a pandemia chegar ao fim.

 

 

Prof. Vinícius Gomes

Prof. Sanderson Romualdo

Prof. Mariana Barata

Professor Diogo Tomáz

Copyright © 2019 REDE DE ENSINO CONEXÃO- Juiz de Fora - Todos os Direitos Reservados.

Back To Top